Violência contra meninas começa em casa e na televisão

O mês de setembro, recém finalizado, trouxe polêmicas bastante chocantes à tona, especialmente em relação à discussão sobre a homofobia e a violência contra as crianças. Na postagem passada, abordei o assassinato da menina Ágatha Félix, ocorrido no Rio de Janeiro no dia 20 setembro. Porém, semanas antes da morte de Ágatha, os cariocas e …

Amazônia em Chamas e Brigitte Macron: ataques ao feminino em tempos de Lilith em Peixes

O debate público nas redes sociais e nos veículos de mídia desde a semana passada está dividido entre dois temas principais: incêndios na Amazônia e violência contra a mulher. Interessante perceber como os dois assuntos se entrelaçaram no bate-boca entre os presidentes de Brasil e França, no ar desde o último final de semana. O …

Lilith em Peixes: comentários sobre a força de Margaridas e Indígenas

O trânsito de Lilith pelo signo de Peixes, desde 4 de maio último, tem trazido à tona para o coletivo uma série de questões relativas ao feminino e, especialmente, à opressão ou repressão do feminino em nossa sociedade. Na semana que passou, Brasília testemunhou duas marchas protagonizadas por mulheres: a Marcha das Mulheres Indígenas, na …

O sacrifício de Lilith nas redes: feminicídio online para ter curtidas?

Dois dias antes do eclipse lunar, no domingo 14 de julho, a notícia de um feminicídio transmitido via Instagram e outras redes sociais, como os sites Discord e 4chan, sacudiu os Estados Unidos e movimentou não apenas o ambiente digital, mas toda a comunidade comunicativa daquele país. A adolescente Bianca Devins, de 17 anos, foi …

Eclipse lunar: chance de desapego e mudança de hábitos

A temporada de eclipses de 2019 terá cinco episódios. Já vivemos três deles, dois em janeiro passado, nos signos de Capricórnio e Leão, mais dois agora em julho, em Câncer e Capricórnio, e ainda teremos um último em dezembro próximo, também em Capricórnio. Desses eclipses, três são solares (5 de janeiro, 2 de julho e …

Malévola e a manutenção das asas em tempos de masculinidades tóxicas

Mais um 8 de março passou e, novamente, as homenagens às mulheres foram permeadas por protestos por mais direitos, mais igualdade, menos machismo e menos violência. Aliás, desde o início do ano, redes sociais e mídia divulgam os dados de 2018 sobre a violência contra as mulheres no Brasil. Porque eles são, simplesmente, estarrecedores. Sabemos …