Eclipse lunar: chance de desapego e mudança de hábitos

A temporada de eclipses de 2019 terá cinco episódios. Já vivemos três deles, dois em janeiro passado, nos signos de Capricórnio e Leão, mais dois agora em julho, em Câncer e Capricórnio, e ainda teremos um último em dezembro próximo, também em Capricórnio. Desses eclipses, três são solares (5 de janeiro, 2 de julho e 26 de dezembro) e dois lunares – em 21 de janeiro, em Leão, e no próximo dia 16 de julho, em Capricórnio.

Mas o que significam os eclipses? Por que são vistos com temor e desconfiança ainda hoje?

eclipse-lunar-sol-terra-lua-e1561922118372
Imagem mostra como o eclipse lunar ocorre.

Ora, os eclipses são fenômenos astronômicos que envolvem o alinhamento entre Sol, Terra e Lua. Quando a Lua fica conjunta com o Sol, isto é, alinhada a ele durante a Lua Nova e projeta sua sombra na Terra, temos o eclipse solar. Quando é a Terra que se alinha ao Sol, durante a Lua Cheia, e projeta sua sombra na Lua, temos o eclipse lunar.

Os eclipses acontecem quando Sol e Lua estão próximos dos Nodos Lunares. Os Nodos são os pontos onde as órbitas dos dois luminares se cruzam. Quando posicionados nesses pontos da trajetória elíptica, eles conseguem projetar a sombra sobre a Terra ou sobre a Lua.

O fenômeno do eclipse, portanto, é uma projeção da sombra da Terra ou da Lua sobre a outra. Em outros termos, Terra ou Lua tapam a luz do Sol, projetando sua sombra de uma forma visível para nós. Não admira que os humanos primitivos ficassem assustados com o fenômeno.

jordon-conner-438073-unsplash
Sombras são sempre assustadoras…

Afinal, ainda hoje as sombras e a escuridão são vistas com receio por nós, não é mesmo?

Questões lunares

Por estarem conectados com os Nodos Lunares, os eclipses sempre se relacionam, de modo psicológico, com a missão que temos que cumprir para nossa integração emocional (Norte) ou com a bagagem de traumas, crenças e hábitos que precisamos descartar (Sul).

Se a Lua diz respeito à maternidade, a capacidade de nutrição e cuidado que exibimos em relação aqueles que nos são próximos, à afeição e expressão emocional, está também relacionada aos afetos e sentimentos. Amigos próximos, parceiros, pessoas que “adotamos” para o nosso clã e familiares são os beneficiários principais dessa energia, tanto em seu excesso, quanto na sua falta.

Em 2019 esse ponto está enfatizado por uma questão: o Nodo Norte está em Câncer e o Nodo Sul em Capricórnio. Assim, o eclipse solar parcial de janeiro, o lunar de julho e o solar anular de dezembro ocorrem em Capricórnio, enquanto o eclipse solar total do último dia 2 de julho ocorreu em Câncer. Em postagem anterior, abordei esse ponto com mais detalhes.

ZodiacSymbolsForCancer1
Câncer é o signo representado pela caranguejo: frágil por dentro, mas com uma carapaça protetora incrivelmente dura. Imagem do site: https://www.whats-your-sign.com/zodiac-symbols-for-cancer.html

De qualquer modo, isso significa que o eixo de Câncer-Capricórnio está sendo trabalhado coletivamente neste ano. Assim, questões relacionadas com as nossas necessidades emocionais, nossos apegos, a família, a tradição, a memória, e nossa capacidade de nutrição e cuidado com os demais estão sendo enfatizadas.

Por outro lado, nossa capacidade de realização material no mundo, nossas crenças relacionadas com a autoridade e com o status, as estruturas materiais que nos dão segurança e nossas conquistas vocacionais podem estar sendo desafiadas.

Chance de libertação

Em geral, eclipses lunares são momentos em que nossas emoções podem transbordar, porque alguma situação chega ao seu clímax e indica que um processo, situação, relação ou hábito tem uma chance de ser finalizado.

Os afetos e sentimentos que vêm à tona podem, finalmente, ser integrados, processados conscientemente, com a libertação dos erros e das experiências anteriores. O apagamento da Lua significa a possibilidade de mergulho no inconsciente, a oportunidade de perceber com mais clareza pulsões, compulsões e a nossa sombra interna.

zulmaury-saavedra-zh0J32MrJfA-unsplash (1)
Liberdade de antigos padrões e crenças é uma oportunidade nos eclipses lunares. Photo by Zulmaury Saavedra on Unsplash

Padrões emocionais, condicionantes de comportamentos, hábitos, apegos e comportamentos inadequados e desagradáveis podem ser revistos, para que novos interesses, pessoas e possibilidades tenham espaço para chegar em nossa vida.

Uma forma de aproveitar essa energia, portanto, é projetar ações e desejos que queremos realizar para a área da vida atingida pelo eclipse. Para isso, é preciso calcular o Mapa Natal, a fim de saber qual casa será atingida pelo fenômeno.

Força extra

No mapa do momento do eclipse (18h30), calculado para Brasília, percebemos que além do Sol em Câncer, o planeta Vênus também está neste signo, conjunto com o Nodo Norte na Casa VI. Nossos afetos e sentimentos, nossas necessidades de segurança e de atenção, e de prazer, estão enfatizados, portanto.

eclipse lunar 160719

É no campo das relações cotidianas, do lar e do ambiente de trabalho onde essas questões podem se tornar agudas nos próximos seis meses. Talvez, estejamos precisando de mais harmonia e beleza nesses relacionamentos e ambientes. De mais nutrição e cuidado, de mais atenção e carinho.

Nesse sentido, o trígono de Netuno em Peixes com Vênus em Câncer pode reforçar a empatia e a sensibilidade com a humanidade, ao mesmo tempo em que cria fantasias impossíveis de serem satisfeitas. Canalização artística dessa energia voltada para a beleza e para o deleite dos sentidos pode ser uma boa estratégia para não investir em sonhos fadados ao fracasso.

Lilith em Peixes na Casa II recebe um sextil de Urano em Touro no Fundo do Céu (IC), ampliando a busca pela beleza e pela harmonia não apenas nos relacionamentos, mas também no mundo material. Prestar atenção ao belo que há em nosso cotidiano pode ser uma chance de modificar nossa percepção do nosso contexto.

Por outro lado, a dor de perceber que o mundo não corresponde aos nossos sonhos e fantasias talvez seja uma excelente oportunidade de lutar por novos ideais, por mudanças que nos tragam mais conforto e segurança, especialmente para nossos valores e recursos. Urano aponta nessa direção e pode ajudar a quebrar as estruturas que tornaram nossa bagagem pesada demais.

jonas-geschke-C8wjnVxmVUI-unsplash
O mundo desafia os nossos sonhos. Photo by Jonas Geschke on Unsplash

De qualquer forma, a Lua em Capricórnio, conjunta com Plutão, Saturno e o Nodo Sul, forma uma grande aliança para a faxina interna que está sendo demandada. É tempo de jogar fora o que não nos serve mais: apegos, traumas, emoções e dores que precisam ser descartados e reciclados.

É tempo de reciclar, renovar, reconstruir.

Mãos à obra. E olhos no céu.

 

Para mais informações sobre eclipses lunares:

https://www.constelar.com.br/constelar/180_junho13/eclipses-cartas-pessoais.php

http://astroclick.com.br/os-eclipses-na-astrologia/

https://horoscopo.gshow.globo.com/eclipse-lunar-gera-periodo-de-incertezas-no-campo-emocional-m8147

2 respostas para “Eclipse lunar: chance de desapego e mudança de hábitos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s